13 de outubro de 2011

Palavras desentendidas

Eu simplesmente não consigo enfeitar as palavras,eu apenas as escrevo,com toda a simplicidade e pureza que elas tem.
     Palavras doces,ou amargas,quentes ou geladas,são todas minhas,de uma forma ou de outra saíram de mim,filhas.E de outra forma chegam a seus ouvidos,e vocês não entendem,ou não querem entender o que elas dizem,o que eu própria digo.
    Não importa tanto assim,afinal as minhas palavras estão ai,entendidas ou não,sempre estarão ai.
   E sempre será assim,afinal quem é que entende todas elas?Porque uma porção de palavras vira mais um milhão delas,se ditas por pessoas diferentes!



(Danieli.P)

Nenhum comentário: