7 de fevereiro de 2016

Sobre fazer aniversário...

Quando eu era criança imaginava que o dia do meu aniversário era o MEU DIA, todos deveriam fazer tudo para me agradar, bajular, presentear. Mas o tempo passou as coisas foram mudando, e percebi, que sim esse é o MEU DIA, mas também é o dia de todas as pessoas, é o dia pra ser feliz como em todos os outros.
É um marco importante , não há duvidas, um ano a mais de experiências, tristezas, alegrias, rupturas, escolhas, mudança de hábitos, algumas coisas e pessoas foram deixadas para trás, pois não cabiam mais no presente.
Mas tudo,absolutamente tudo em meus 21 anos contribuiram para que hoje, com 22 anos,eu seja essa pessoa, com limitações SIM, porém com autonomia e determinação para traçar meu proprio caminho . Levando comigo a vontade de crescer como ser humano, saindo das zonas de conforto que me aprisionam, tornando-me cada dia mais a Danieli Pavinato. Todos os dias não só em meu aniversário, pois para quem se arrisca a viver com intensidade todos os dias são seus!!! OBRIGADA Senhor, por tudo que eu ja tive, tenho e ainda vou ter para viver!

28 de novembro de 2014

Certa coisas, em certos momentos...

          As vezes em noites assim, normais ,me aparecem fantasmas.Absorvem minha paz, minha calma, corroem meu espirito, me assombram sem piedade. O que me consola é que, ao findar da noite, já aos primeiros raios de luz, esses fantasmas não passam de borrões , meros traços abstratos, do que meus medos, erros e angustias foram um dia.Pois já não são mais, graças aos ceus exitem a cura, o perdão, o esquecimento, o amadurecimento, e o amor, que fazem esses fantasmas se tornarem menos que um suspiro no infinito do tempo....



Danieli Pavinato 

22 de maio de 2013

Criança não Trabalha!!


video

Não  é o trabalho de casa,ajudar os pais,varrer o chão.É trabalho forçado de adulto,que rouba a infância ISSO CRIANÇA NÃO PODE,criança tem que aprender,brincar,se desenvolver!!
Palavra  cantada,ótima opção de música para as crianças,gosto muito!!!

21 de maio de 2013

Consumindo futuros


        A sociedade em que vivemos,se desenvolve a passos largos econômica e tecnologicamente.
        Mas e nossa parte humana aonde fica nessa "disputa"?
        O querer bem,tratar bem o próximo,foi esquecido?
        Tudo que realmente é importante foi trocado por meia hora a mais de trabalho,por cinquenta reais a mais no salário?
        Nossa realidade é alarmante,embora poucos queiram enxergar.Vendemos nossa juventude para juntar dinheiro,depois gastamos o dinheiro pra recuperar a saúde.
O mais preocupante é que toda essa compra e venda começa na infância.Pais atarefados em seus trabalhos,dispõe de um tempo muito escasso para os filhos,e muitas vezes utilizam ainda esse pouco tempo livre para um trabalho extra.Com o bônus que ganharam compram coisas pra "suprir" a falta que fazem ao seus filhos.E ao invés de suprir a falta de afeto,só a aumentam,e ainda criam pequenos consumidores,que  cobram suas recompensas a cada falha que seus pais cometem para com eles.
        As crianças de nossa época já não querem mais correr,ou brincar,preferem comprar,sabem de cor as marcas de roupas,celulares,etc,mas não reconhecem nem de perto um sorriso sincero,e tão pouco enxergam um pedido de ajuda.Tornaram-se outdoors inconscientes,andam por ai desfilando suas roupas da marca mais famosa,mas com o coração cheio de sofrimento.São crianças da nova era,tudo sabem de novidades,tudo sabem de marcas,de tecnologia,mas nunca aprenderam a serem HUMANOS.E ainda tem pais acreditando que seus filhos são felizes por possuírem o melhor celular,pois atenção uma criança não precisa...

Crianças


Tão diferentes entre si.Umas felizes,outras tristonhas,umas agitadas,outras reprimidas.
Mesmo com tantas  diferenças,ainda possuem necessidades idênticas,que ultrapassam o comer,o vestir e o manter-se saudável.Elas,como todos nós,precisam de carinho,atenção,paciência,amor, compreensão,de alguém que a estimule,a ensine com amor.
Vamos então nós educadores,sermos esse alguém!!

Educação...



Seria ela apenas o "bom dia" de todos os dias,o "com licença" da gentileza,ou ainda o "por favor" da necessidade ?
Para alguns ela é apenas uma convenção,ou o mero ir para escola,o mero ser amável.
Mas para quem educa,ela é muito mais que simples teorias,convenções ou práticas ultrapassadas.Ela é um conjunto de atividades e dedicações de um ser humano para outros,criando assim laços,e a partir desses laços abrem-se novos caminhos.
Educação é o caminho,é tudo,a curto ou longo prazo.Sem ela não somos nada,nada a não ser uma caixa vazia....

1 de fevereiro de 2013

Tchau Dezoito


De repente o tempo passou,de uma forma muito diferente,passou,mas como se  tivesse de alguma maneira estagnado,pulado um ano,uma etapa,pausado.Me vi com quase dezenove,mas como,eu não entendi,eu tive dezoito? Foi tudo tão estranho.
   Dizem que a gente muda com a maioridade,dezoito é o ano das mudanças,etc e tal.Por meses dos meus dezoito fiquei tentando acreditar nisso,tentando ver explicação no sofrimento que passei,mas não encontrei nada,nadica de nada.Talvez porque sofrimento como o que eu passei não tem explicação,é somente sofrimento descabido,desavisado e incomodo.
  Ao fim dos dezoito percebi,quase tarde demais,que não é dezoito ou trinta que acontecem as coisas maravilhosas,tão pouco existe um ano marcado para elas acontecerem,não temos controle sobre isso,o que podemos fazer no entanto é aprender com os erros,persistir nos nossos sonhos,viver intensamente,e sob hipótese alguma deixar-se envolver pela nevoa que é o medo,só assim coisas maravilhosas acontecerão.
  Por mais sofrido,e estranho que tenha sido meus dezoito,deles tirei minha lição de vida,depois de toda a tempestade encontrei um novo horizonte,avistei um sol diferente,uma estrada nova a seguir.
  Obrigada dezoito,pelas quedas,pelos desamores,pelos desencantos,e enganos.E obrigada ainda mais pela nova oportunidade,pelo amor de verdade,pelas amizades que persistiram e pela família que se mostrou a melhor de todo o mundo!
(Danieli..P)

25 de novembro de 2012

Respeitar-se


   

Eu percebi que fazendo o certo ou o errado,sempre existirão críticas,as pessoas sempre arranjarão algo para falar,julgar.

Então decidi que farei o que eu quiser independente do que os outros pensem a respeito do ato.Porque simplesmente cansei de deixar de fazer o que quero por medo de falas maldosas,boatos maliciosos.
A unica pessoa que preciso ser fiel e leal a todos os momentos sou eu mesma.Digo apenas uma coisa para quem fala de meus atos:continuem observando minha vida,que a sua fugira do seu controle.

Minha consciência está limpa,e sigo meus princípios ,e sei que tudo tem consequências,e não me importo mais com elas porque ME respeito!!!

19 de novembro de 2012

O amanhã!





Eu não sei o que me espera amanhã,nem sei se o amanhã virá.Meu consolo é o fato de  sempre fazer o que quero,perdoar quem eu quiser,dar novas chances até para mim mesma.
  Porque a vida não permite ensaios,mas isso não significa que não possamos errar,e mesmo assim tentar de novo,até mesmo persistir no erro tentando acerta-lo.
   E na real,a vida também não é uma peça de teatro,que tem que ser certinha e perfeita,as pessoas erram,mas se arrependem,até acertando elas se arrependem as vezes,tudo isso são ensinamentos,aprendizados.E é somente os vivendo,até mesmo os erros,é que aprendemos e achamos o caminho das pedras,não com conselhos e experiencias alheias!!!

12 de outubro de 2012

A menina sem Floresta,nem encantamentos...

     A menina com os grandes olhos verdes sem brilho,estava lá,amuada em seu canto,como a tempos já se encontrava.Não abre mais portais,ao contrario,os fecha  com toda a sua falta de esperança.
   É como se o brilho da vida havia sido surrupiado de sua existência,como se as folhas estavam todas no chão,as gotas não existissem mais.
  Não há explicação,tudo foi repentino para ela,roubaram-lhe tudo que era importante felicidade,sonhos e a vontade de viver.O futuro próximo ela já não sabe,tão pouco se importa como será...
(Danieli.P)