1 de fevereiro de 2013

Tchau Dezoito


De repente o tempo passou,de uma forma muito diferente,passou,mas como se  tivesse de alguma maneira estagnado,pulado um ano,uma etapa,pausado.Me vi com quase dezenove,mas como,eu não entendi,eu tive dezoito? Foi tudo tão estranho.
   Dizem que a gente muda com a maioridade,dezoito é o ano das mudanças,etc e tal.Por meses dos meus dezoito fiquei tentando acreditar nisso,tentando ver explicação no sofrimento que passei,mas não encontrei nada,nadica de nada.Talvez porque sofrimento como o que eu passei não tem explicação,é somente sofrimento descabido,desavisado e incomodo.
  Ao fim dos dezoito percebi,quase tarde demais,que não é dezoito ou trinta que acontecem as coisas maravilhosas,tão pouco existe um ano marcado para elas acontecerem,não temos controle sobre isso,o que podemos fazer no entanto é aprender com os erros,persistir nos nossos sonhos,viver intensamente,e sob hipótese alguma deixar-se envolver pela nevoa que é o medo,só assim coisas maravilhosas acontecerão.
  Por mais sofrido,e estranho que tenha sido meus dezoito,deles tirei minha lição de vida,depois de toda a tempestade encontrei um novo horizonte,avistei um sol diferente,uma estrada nova a seguir.
  Obrigada dezoito,pelas quedas,pelos desamores,pelos desencantos,e enganos.E obrigada ainda mais pela nova oportunidade,pelo amor de verdade,pelas amizades que persistiram e pela família que se mostrou a melhor de todo o mundo!
(Danieli..P)

Nenhum comentário: