12 de outubro de 2012

A menina sem Floresta,nem encantamentos...

     A menina com os grandes olhos verdes sem brilho,estava lá,amuada em seu canto,como a tempos já se encontrava.Não abre mais portais,ao contrario,os fecha  com toda a sua falta de esperança.
   É como se o brilho da vida havia sido surrupiado de sua existência,como se as folhas estavam todas no chão,as gotas não existissem mais.
  Não há explicação,tudo foi repentino para ela,roubaram-lhe tudo que era importante felicidade,sonhos e a vontade de viver.O futuro próximo ela já não sabe,tão pouco se importa como será...
(Danieli.P)
   

Nenhum comentário: